sábado, 12 de setembro de 2009

Viagem à Aurora do Mundo - Livro da Semana


Érico Veríssimo, escritor gaúcho, nascido em 1905, é um dos principais nomes da literatura brasileiro do século XX e um dos mais importantes de todos os tempos. Sua vasta obra conta com títulos aclamados pela crítica e público, como Olhai os Lírios do Campo, Clarissa, Senhor Embaixado , Incidente em Antares e, a que talvez seja sua maior obra, O Tempo e o Vento.
Além de romancista, Veríssimo é autor, também, de livros de contos, novelas, ensaios, diários de viagem, como Gato Preto em Campo de Neve e A Volta do Gato Preto, nos quais relata suas impressões das viagens que fez aos Estados Unidos, e um significativo número de obras voltadas para um público infanto-juvenil, como é o caso de Viagem à Aurora do Mundo.
Em Viagem à Aurora do Mundo, a história tem como principal objetivo não a literatura em si, mas sim o conhecimento que o leitor pode obter, de maneira fácil e e agradável, acerca da história do mundo, assim como da evolução dos animais que habitam e habitaram o planeta.
Seu personagem principal é Dagoberto Prata, um romancista que, após receber duras críticas ao seu novo livro, resolve se recolher à São Silvestre, uma pequena cidade de clima agradável e pacata. Lá, o escritor encontra a paz de que necessitava para se reestabelecer, até que estranhos comentários lhe chamam a atenção para o casarão que fica na parte mais afastada da pequena cidade, isolado do resto da cidade. São inúmeros os comentários existentes a respeito das pessoas que habitam tal casarão, que é conhecido como "Vila do Destino".
Dagoberto Prata, movido pela curiosidade, resolve ir até o casarão e lá encontra, como que saída das páginas de seu último livro, uma linda mulher, por quem se apaixona. Não se contendo em apenas observá-la, o romancista pula o muro da residencia para se aproximar dela, sem atendar para o perigo que tal ato poderia gerar. É descoberto enquanto a observava e é levado para dentro do casarão, onde conhece todas aquelas pessoas, tão misteriosas e de quem pouco se sabe na pacata São Silvestre.
Dentro da "Vila do Destino", Dagoberto Prata toma conhecimento de que pessoas daquele grupo de pessoas que ali se encontrava estava empenhada em uma misteriosa pesquisa, na construção de uma fantástica máquina capaz de passar num grande quadro de cristal toda a História do Universo como um verdadeiro filme. Com essa máquina, os personagens preparam-se para embarcar numa fantástica viagem à aurora do mundo.

Um comentário:

  1. adoro E. Verissimo
    achei Clarissa um livro encantador...li e recomendo

    bjnhs

    ResponderExcluir